Como abrir conta bancária para Igrejas?

Um passo considerado importante após a regularização da Igreja é a abertura de conta bancária. Existem muitos pastores que entendem a necessidade de regularização apenas quando precisam abrir uma conta bancária.

A abertura da conta em banco para organizações religiosas é de grande importância para o recebimento de doações, prestações de contas e controle do fluxo de caixa. Mesmo assim muitos pastores não sabem como abrir conta bancária para Igrejas.

As Igrejas são obrigadas a abrir conta bancária?

A abertura de uma conta bancária não é obrigatória. Se sua igreja está iniciando, recomendamos que analise os custos e se sua igreja mantém dinheiro em caixa o suficiente para abrir uma conta.

Se o dinheiro permanece por pouco tempo em mãos, talvez não seja necessário abrir uma conta bancária para sua igreja.

Quais são os benefícios de uma conta bancária para minha Igreja?

Por outro lado, a abertura de uma conta bancária facilita a arrecadação de dízimos e ofertas. A utilização de conta bancária também ajuda por trazer mais segurança, agilidade e flexibilidade, tanto para os pastores, quanto para os membros.

A abertura da conta bancária também é o caminho inicial para Igrejas que pretendem receber dízimos e ofertas através de cartões de débito. Além disso, é possível utilizar a máquina de cartão de crédito para pagamentos de eventos como retiros espirituais, encontros de casais, festas temáticas, etc.

Abrir conta bancária para Igrejas: Principais dificuldades

Infelizmente, são muitos os relatos de que há uma grande burocracia envolvida na abertura de contas bancárias para entidades sem fins lucrativos.

Muitos pastores relatam que os prazos dados pelos bancos longos e que muitas vezes não recebem o retorno. Além disso, muitos gerentes de bancos não sabem como proceder diante da estrutura administrativa das Igrejas.

Por isso, antes de comparecer ao banco para solicitar a abertura da conta, é preciso que o próprio pastor entenda como funciona a estrutura administrativa da sua própria igreja. Contar com uma assessoria contábil especializada é de extrema importância!

Antes de comparecer ao banco, verifique em seu estatuto quem são os responsáveis por movimentações financeiras. O mais comum é que o presidente seja o responsável em um conjunto com o tesoureiro. Em outros casos, o pastor presidente pode ser o único responsável por toda a movimentação financeira.

Com essas informações bem esclarecidas, você terá condições de argumentar com o gerente sobre a estrutura administrativa da sua igreja.

Quais documentos precisarei?

O primeiro passo é o que mais falamos por aqui: regularize sua Igreja! Não é permitido a abertura de contas em nome de Igreja sem que esta esteja regularizada, ou seja, CNPJ regular e ativo.

Além do CNPJ regular e ativo, serão solicitados os seguintes documentos:

  • Estatuto;
  • Ata de Fundação e última ata registrada;
  • Documentos de Identificação dos responsáveis financeiros da igreja (RG, CPF, CNH, etc);
  • Comprovante de residência dos responsáveis financeiros da igreja;
  • Declaração de Arrecadação média ou estimada assinada pelo contador responsável por sua igreja.

Precisa de ajuda para regularizar sua Igreja?

Se você precisa regularizar a situação de uma Igreja Evangélica ou possui qualquer dúvida, entre em contato conosco: [21] 98556-6260. Ou baixe nosso guia definitivo Como Abrir uma Igreja Evangélica.

abrir igreja baixe ja gratis

Marcelo Dias on FacebookMarcelo Dias on Linkedin
Marcelo Dias
Fundador do Contabilidade para Igrejas e sócio da Étika Soluções Consultoria Contábil
Cristão, Carioca, Formado em Redes de Computadores, mas apaixonado por Gestão e Futebol! Em 2011 me juntei à minha esposa na Étika Soluções Consultoria Contábil e em 2017 fundamos o Contabilidade para Igrejas, uma Assessoria Contábil especializada em Igrejas Evangélicas. Desde então, nos dedicamos a ajudar Igrejas Evangélicas a se manterem regularizadas.