fbpx

Como administrar as finanças de uma Igreja?

Com toda certeza, administrar as finanças de uma igreja é uma das principais preocupações de um pastor.

Então, veja neste artigo como administrar as finanças da sua igreja de maneira eficiente!

Como administrar as finanças de uma Igreja

No Brasil, falar sobre finanças é um assunto complexo. E quando falamos sobre as finanças de uma igreja, passa a ser um desafio ainda maior.

Em pequenas Igrejas por exemplo, é muito comum que o pastor acumule diversas funções, inclusive quando se trata de decisões que envolvem dinheiro.

E isso acontece porque na maior parte das igrejas, não existem membros capacitados e comprometidos para realizar esse tipo de função.

Já nas igrejas maiores, geralmente a igreja consegue contratar um funcionário para auxiliar nesta demanda, o que facilita a gestão financeira da Igreja.

Qual a importância da gestão financeira para as Igrejas?

Sem dúvida alguma, saber administrar as finanças de uma igreja vai contribuir muito para o crescimento do ministério.

PLANILHA PARA IGREJAS BAIXE GRÁTIS

Pois as igrejas que possuem uma gestão financeira equilibrada conseguem investir no crescimento através da realização de obras sociais, missões evangelísticas, eventos, etc.

Além disso, ter uma previsibilidade das receitas e despesas faz com que a igreja opere de maneira estável, preparada para situações financeiras inesperadas.

Portanto, a organização das finanças de uma igreja permite que o pastor, bem como toda a liderança, tenham tranquilidade para realizar suas tarefas ministeriais, sem estarem preocupados com questões financeiras.

A importância do estatuto na administração das finanças de uma igreja

Ao abrir uma igreja, o pastor deve pensar em cada detalhe que envolva a gestão da igreja, principalmente quando se trata de questões financeiras.

Por isso, determinar no estatuto como vai funcionar a administração das finanças de uma igreja é fundamental.

Pois isso pode fazer com que tudo funcione da melhor maneira possível ou fazer com que tudo se torne burocrático e demorado.

Então verifique o que o estatuto da sua igreja diz sobre:

  • como devem ser efetuados os pagamentos;
  • quem deve assinar documentos e liberações de pagamentos;
  • as movimentações financeiras: devem ser feitas por apenas uma pessoa ou por mais de uma?

Ao verificar o que diz o estatuto, identifique se esta é a melhor opção para sua igreja ou se será necessário fazer alterações para que se agilize a gestão financeira e administrativa.

Quem deve ser o responsável pelas finanças de uma Igreja Evangélica?

O presidente, que na maioria dos casos é o pastor, é o maior responsável por tudo o que acontece dentro da igreja, principalmente quando falamos sobre dinheiro.

Porém, vivemos em um período em que o tempo é escasso e muitos pastores possuem seu trabalho secular e não podem dedicar todo o seu tempo em tudo o que a igreja pede, como:

  • administração financeira da igreja;
  • gestão de ministérios;
  • cuidar dos membros.

Por isso, se o pastor não possui tempo para administrar as finanças da igreja, o ideal é delegar esta função.

Neste caso, deve-se obedecer o que o estatuto da igreja estabelece sobre o assunto.

Ao verificar estas informações, o pastor deve adaptar-se ao que diz o estatuto e se possível, delegar as funções.

Mas fique atento! O presidente da igreja tem total responsabilidade sobre tudo o que acontece.

Como posso melhorar a administração das finanças de uma igreja?

Em pequenas igrejas, é muito comum que o pastor ou tesoureiro deixem para atualizar os relatórios financeiros no fim do mês.

Porém, essa prática pode ser muito perigosa, pois não trás uma visão clara sobre a saúde financeira da igreja.

Além disso, as obrigações contábeis da igrejas podem sofrer com o atraso das atualizações financeiras, fazendo com que a igreja receba multas por falta de cumprimento das obrigações junto a Receita Federal.

Por conta disso, é extremamente recomendado que se utilize um sistema de gestão financeira específico para igrejas, permitindo que o tesoureiro efetue os lançamentos da operações e tenha tudo isso disponível a qualquer momento.

Qual a missão do pastor frente à administração da igreja?

Agora que você já viu que as decisões sobre a gestão da igreja não podem ser tratadas de qualquer maneira, fica a pergunta: qual é o papel do pastor em sua administração?

Vamos dividir essa resposta em duas: uma financeira e outra espiritual.

Na área financeira, é missão do pastor garantir que os recursos disponíveis à instituição estejam sendo bem usados e gerenciados.

Além disso, o pastor deve combater toda e qualquer forma de corrupção ou má administração, transmitindo transparência e segurança aos demais membros da igreja.

Além disso, o pastor tem uma grande missão espiritual, que, segundo Efésios 4:12, é de “preparar os santos para a obra do ministério, para que o corpo de Cristo seja edificado”.

Nesse sentido, o foco do pastor deve ser o de pregar o evangelho do Reino de Deus.

E para isso, é preciso que o líder se concentre não somente em questões materiais e terrenas, mas nas pessoas que ele pastoreia, a fim de cumprir seu chamado e ser exemplo para sua comunidade.

Quais os maiores erros na gestão financeira para igrejas?

Infelizmente, a maioria das igrejas não possui uma gestão saudável e eficaz!

Por isso, vamos listar algumas erros para que você possa identificar e melhorar a gestão financeira da sua igreja:

1 – Ser apenas Pastor e não um Gestor!

Hoje, a grande maioria dos pastores são sobrecarregados, o que os impedem de realizar uma boa gestão financeira e espiritual.

Portanto, para que a igreja cresça de maneira saudável e contínua, o pastor deve preparar pessoas de confiança para exercer funções chave dentro do ministério, inclusive quando se tratar de dinheiro.

Nesse ponto, ter um Conselho Fiscal pode ajudar na gestão das finanças da sua igreja, além de trazer uma tranquilidade maior para o pastor.

Porém, certifique-se de que as pessoas que vão integrar o Conselho Fiscal sejam de confiança, capacitadas e que estejam na mesma visão da Igreja.

2 – Não ter um orçamento definido

A definição de um orçamento é fundamental para manter a gestão financeira saudável.

Pois sem a definição de um orçamento, a igreja pode ter dificuldades em priorizar questões importantes como:

  • Reformas;
  • Abertura de novas igrejas;
  • Missões e Evangelismo;
  • Projetos Sociais.

Por isso, procure elaborar um orçamento para cada período, seja trimestral, semestral ou anual.

Assim, sua igreja poderá controlar as despesas e direcionar os dízimos e ofertas para solução de questões com alta prioridade, mantendo a igreja no ritmo constante de crescimento.

3 – Não criar um Fundo de Reserva

Sabemos que o dinheiro da Igreja nunca sobra, mas é necessário trabalhar dentro de uma previsibilidade, gerando tranquilidade para o pastor.

Pois um pastor sem dinheiro para honrar os compromissos da igreja passa a direcionar sua atenção para os problemas, deixando de focar no crescimento do ministério.

Por isso, procure organizar as finanças da igreja de uma maneira que seja possível ter um fundo de reserva para lidar com emergências como:

  • Necessidade de reformas inesperadas;
  • Tragédias naturais como enchentes, vendavais, etc.;
  • Desemprego de membros do ministério;
  • Queda repentina nas arrecadações de Dízimos e Ofertas.

4 – Não ser transparente sobre as finanças da igreja

Sem dúvida alguma a confiança dos membros no pastor ou na direção da igreja é fundamental quando falamos sobre finanças de uma igreja.

Pois quando os membros reconhecem para onde estão indo as suas contribuições, eles passam a ter maior satisfação em contribuir tanto financeiramente, quanto em serviço ministerial.

É claro que nem todos os membros ou frequentadores precisam saber sobre cada detalhe financeiro da igreja.

Mas as pessoas precisam ter o mínimo de conhecimento sobre o que acontece na igreja quando se trata das suas contribuições de dízimos e ofertas.

Portanto, seja claro e transparente!

Fale constantemente sobre os projetos de crescimento da igreja e celebre cada nova conquista, incentivando os membros da sua igreja!

5 – A maior parte das Igrejas não são regularizadas

Infelizmente, a maioria das igrejas no Brasil operam de maneira irregular, podendo serem fechadas a qualquer momento.

Isso ocorre porque muitos pastores desconhecem as obrigações de uma igreja perante o governo.

E por estarem abertas de maneira irregular, muitas igrejas não conseguem ter acesso aos benefícios de estarem regularizadas, como possuir uma conta bancária ou até mesmo terem acesso a isenção de alguns impostos.

Portanto, a regularização da igreja é obrigatória, independente do tamanho da igreja, da sua quantidade de membros ou do seu volume de arrecadação de Dízimos e Ofertas.

Por isso, se a sua igreja ainda não possui um CNPJ ou ainda não possui uma assessoria contábil especializada, clique aqui e tire suas dúvidas com um especialista sobre o que a sua igreja precisa para se regularizar.

O que fazer quando não conseguir organizar as finanças da igreja?

Conforme falamos neste artigo, a gestão financeira saudável de uma igreja requer contar com membros capacitados, de confiança e com disponibilidade para se dedicar a esse setor tão importante para o crescimento do ministério.

Por isso, ao observamos a dificuldade das pequenas igrejas em gerenciar as finanças de maneira saudável, criamos uma solução específica para esse problema: o Tesoureiro Expert!

Em resumo, o Tesoureiro Expert é um serviço de gestão financeira terceirizado específico para igrejas.

O Tesoureiro Expert foi criado para Igrejas que possuem dificuldades como:

  • Encontrar pessoas de confiança para realizar a gestão financeira da igreja;
  • Selecionar pessoas com capacidade e responsabilidade para exercer a função de tesoureiro da igreja;
  • Manter a gestão financeira da igreja de forma clara e atualizada.

Com o Tesoureiro Expert, o pastor pode ter tranquilidade para se dedicar integralmente ao ministério, sem se preocupar com a gestão financeira da igreja!

Se você está buscando implementar uma gestão financeira eficiente na sua igreja, clique aqui e entre em contato conosco para saber como funciona o Tesoureiro Expert!

PLANILHA PARA IGREJAS BAIXE GRÁTIS
ABRIR IGREJA
TERMO DE TRABALHO VOLUNTARIO

Compartilhe este artigo!

Facebook
WhatsApp
Entre em contato

E-mail:
comercial@contabilidadeparaigrejas.com

Telefones: 21 2667.1431
WhatsApp - 21 98556-6260

Quero receber uma ligação

Escritório de Contabilidade Barra da Tijuca - RJ

Condomínio Le Monde Office

Av. das Américas, 3500 – Bloco 7 – Sala 617 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 22640-102

Escritório de Contabilidade Nova Iguaçu - RJ

Edifício Rossi Via Office

Rua Iracema Soares Junqueira, 85 – Sala 513 – Centro – Nova Iguaçu – RJ – 26210-260

plugins premium WordPress